sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Hospital Santa Efigênia - PE

                                                                                   
             

Blog de Maria Helena Repórter

Cópia de e-mail: 
Hospital Santa Efigênia completa 33 anos

Neste mês de setembro, o Hospital Santa Efigênia completa 33 anos de serviços prestados à população. A unidade foi fundada em 1981 pelo médico Severino Ferreira de Omena e em pouco tempo se tornou o maior centro hospitalar do Agreste pernambucano.

Nesses 33 anos de operação, o hospital se tornou referência no interior do Estado pelo pioneirismo em alguns serviços, a exemplo de ultra-sonografia, mamografia, tomografia computadorizada, hemodinâmica, cirurgia cardiovascular, ressonância magnética, medicina nuclear, cirurgia de hérnia de disco por rádio frequência e biópsia estereotáxica cerebral, procedimento para detectar a presença de tumores no cérebro.

Outra grande conquista do hospital foi a criação do Departamento de Transplantes de rins, inaugurado em 2004. O serviço veio trazer esperança para os doentes renais que dependem das sessões de hemodiálise para sobreviver. Até hoje, 319 cirurgias desse tipo foram realizadas e trouxeram uma nova vida aos pacientes.

Em 2011, foi implantado o setor de Serviço Social com o objetivo de promover a humanização dos trabalhos do hospital, a partir da difusão de informações e a garantia de direitos. A equipe do setor contribui diariamente com o processo de desburocratização de vários serviços, garantindo a proteção do paciente, dos seus familiares e acompanhantes.

Hoje o hospital Santa Efigênia é referência no Agreste e recebe pessoas de todas as cidades da região. Atualmente são mais de 10 mil atendimentos por mês. “É um complexo hospitalar de alta resolutividade que atende com serviços relevantes, oferecendo à população um atendimento de qualidade e completo em sua infraestrutura operacional e funcional. É o único hospital da região com tal capacidade de serviços e soluções em todas as áreas de apoio ao diagnóstico, UTI geral e neonatal, cirurgia geral, cardiologia, trauma, transplantes dentre outras”, afirma o superintendente, Erich Veloso. 

Um abraço,

Chárleston Noronha
Assessoria de Imprensa Hospital Santa Efigênia

============================================