domingo, 5 de fevereiro de 2012

Evangelizar não significa insultar pessoas pelo mundo afora

                                                                                  

Blog de Maria Helena do Nascimento

Muitos se enganam quando pensam que evangelizar é sair só ou em grupo com a Santa Bíblia embaixo do braço repetindo frases de efeito mas sem amor, sem carinho, sem compreensão e julgando as pessoas pela aparência.  

Evangelizar é, sobretudo, dar testemunho da própria vida e quando isso acontece não é necessário discursar sobre o Novo e o Velho Testamento e outros livros religiosos. Quem respeita os direitos dos outros naturalmente está respeitando a si próprio e não precisa de muito falar para conquistar almas para suas igrejas porquê isso acontece naturalmente.  

Antes de sair para evangelizar, seria bom que religiosos fanáticos, leigos e despreparados espiritualmente lessem sobre educação doméstica, boas maneiras, moral e cívica e não esquecessem que existe lei brasileira contra contra preconceito e discriminação religiosa. De acordo com a Constituição Federal, os brasileiros tem a liberdade de seguir ou não a religião e denominação que lhes interessar.  


Leitura sobre o Amor:
1 Coríntios, capítulo 13:

Intolerância religiosa é crime de ódio: 
https://mariahelenareporter.blogspot.com.br/2017/07/intolerancia-religiosa-e-crime.html

O Direito de Religião no Brasil:
http://www.pge.sp.gov.br/centrodeestudos/revistaspge/revista2/artigo5.htm



Imagem de foto de Maria Helena do Nascimento, fotógrafa,
"O por-do-sol na divisa entre Recife e Olinda, Pernambuco".

Deus abençoe poderosamente os seguidores e

visitantes do Blog de Maria Helena do Nascimento.